sábado, 7 de setembro de 2013

Não Matarás!


Uma frase e apenas duas palavras. Expressão forte que contem o que deveria ser uma doutrina de vida.

Não matarás, ao teu próximo e a nenhum ser vivente deste mundo, o que seria a meu ver o amor vivido a plenitude.

Aprendi em criança que animais têm sentimentos e sentem frio, fome e dor, aprendi também em criança como dói ver um companheirinho animal agonizar vitima de envenenamento e morrer.

Meu primeiro gato, o Chano, foi envenenado por um vizinho que criava as aves que caçava em gaiolas.  

Acho que eu tinha cerca de dez anos de idade, nesta época não existiam veterinários e clinicas especializada; o conceito de castração e de que animais de estimação deveriam ser criados presos em ambientes sem acesso à rua nem era cogitado. Perdi o Chano nesta época; foi quando descobri que pessoas matam e matam seres inocentes.

Hoje não entendo como alguém pode envenenar um animal de rua, também não entendia no passado e certamente não vou entender no futuro.

Não compreendo alguém ser capaz de dizer que odeia gatos e cachorros e abrir a porta de sua bestialidade que os leva a cometer o crime cruel de envenenar um animal que nunca teve a oportunidade de ter um guardião humano, uma casa.

Pessoas incapazes de amar e de entender que aquele animal poderia ser o companheiro de uma criança que tão cedo quanto eu, aprenderá que pessoas más existem e matam apenas por crueldade ou algum prazer insano.

Mataram a gata de meu sobrinho-neto por envenenamento e como acredito na lei do retorno espero que esta pessoa tenha em mente que o mal que fazemos aqui nos retornará no futuro.

Aos Amigos, se puderem adotar um animal de rua façam se não puderem ajudem quem com dificuldade tentam dar uma vida digna a esses Anjos de duas, três ou quatro patas.


Imagens retiradas da Internet

4 comentários:

Milene disse...

São uns monstros, verdadeiras bestas.
Acredito, também, na lei do retorno. Não é possível escapar impune de tanta maldade e covardia.
Sinto muito pela gatinha de teu sobrinho.
Bjos

Claudia Goulart disse...

Será que veremos o dia em que animais, em especial nas grandes cidades, sejam tratados com dignidade e respeito?
Que os Anjos digam amém!
bjs

Andrea Sassaki disse...

Meu Deus...
Meu estômago embrulhou.... que raiva!!!
Eu também acredito na lei do retorno e esta, minha amiga-irmã, não falha!!!
Espero que sua semana seja abençoada, apesar destas coisas horrorosas.
Um beijo!

Marilia Bavaresco disse...

Que tristeza!