domingo, 6 de abril de 2014

Voa, meu Anjo Miguel

Ontem o gatão Loiro de minha Mãe, nos deixou. Ganhou suas asas de Anjo e voou ao encontro de seu único amor humano.
Distração nossa que o levou a ser atropelado, aqui em frente a nossa casa. Imperdoável e doloroso descuido.
Miguel, meu anjo guerreiro, ser que jamais se deixou conquistar após a partida de minha Mãe, ontem acredito que ela o estava aguardando, creio que pela primeira vez em muito tempo ambos estão felizes e juntos.
Vai em paz Filhote, um dia a gente vai se reunir na santa graça de Deus.

3 comentários:

Milene disse...

Que triste, lamento tanto a partida do Miguelzinho... Força aí para superar esse momento difícil, Aninha. Bjinhos

Marilia Bavaresco disse...

Sinto muito!!!! =(

Patrícia disse...

:(