terça-feira, 17 de agosto de 2010

Meu Anjo ganhou asas...


Lembro-me ainda do dia em que resgatei a Pepê da boca da doberman da casa vizinha. Era tão pequena e estava tão magrinha, mas ainda assim me atendeu quando a chamei para mais próximo à cerca onde poderia pegá-la.
Olhamos-nos e neste olhar nasceu um pacto de amor, de lealdade, de companheirismo.
A Peta não nasceu branquinha, não tinha uma raça pomposa, mas tinha um coração enorme e uma compreensão infinita da alma humana.
Ontem meu Anjo Preto ganhou asas... virou uma Estrelinha brilhante no céu, ou quem sabe está correndo na Ponte do Arco-Íris, sem dor, sem deficiências.
Não acredito na morte, porque só morremos quando as pessoas se esquecem de nós, então minha Pepê não morreu, apenas cruzou o portal para um lugar mais evoluído, mais iluminado.
Hoje vou trabalhar, porque se aprendi algo com minha Menina, foi a lutar e jamais deixar que o desespero me vença.
Dói e vai doer por muito tempo ainda, mas quando nossa fé começa a falhar Deus na sua sabedoria começa a nos carregar, ainda que algumas lágrimas teimem em cair.
Agradeço a todos Vocês que oraram por nós e que mesmo a distância estiveram presentes em nossa vida.
Agradeço aos nossos Tios de Branco Wendell e Davi, pelo carinho e respeito que sempre tiveram conosco, a Pri que na sua ingenuidade de menina, aqueceu meu coração quando este se desfez de dor.
Agradeço a Deus porque me achou digna de cuidar de um de seus Anjos.
O amor não conhece a distância, não se abate ante as dificuldades, é leal e amigo, é forte e frágil.
Um beijo a Todos.

14 comentários:

kazinhabueno disse...

Puxa... entrei no seu blog pela primeira vez, super por acaso, e encontrei esse post tão triste... Espero que seja forte para superar a saudade que vai sentir da sua gatinha. E que continue firme na fé e na esperança, pois ela realmente deve estar rolando no gramado do céu dos gatinhos agorinha mesmo :)

Elaine Gaspareto disse...

Ana,
Ontem e hoje, desde que lancei a promoção de 2 anos do blog, pensei em você. Pensei que dos leitores do começo restaram poucos e bons, como você. E hoje vim aqui para te ver e me deparo com essa notícia.
Ah, sinto tanto. Quase como se fosse um dos meus.
Lamento muito mesmo, embora saiba que ela está melhor agora, sem dor, sem sofrer, esperando o dia em que vai estar de novo em seu colo.
Sabe, todos os animais são puros e todos os puros vão para o céu.
Por isso eu me esforço para ser melhor a cada dia, para rever meus bichinhos que se foram. Eles estão com Deus, onde quer que Deus esteja. E eu quero estar lá com eles.
Descanse em paz, Peta. Você cumpriu sua parte até o fim.

Claudia disse...

Acredito como vc que não morremos porque deixamos parte de nós nas pessoas que conhecemos, que fizeram parte da nossa vida. Assim são também os animais.
Lembrarems sempre de suas travessuras, das suas manias e de quanto tivemos bons momentos juntos.
A Peta criou asas e agora poderá sempre te olhar e lembrar de todo o carinho e amor que recebeu de você.
bjs

Simone disse...

Puxa Ana, que notícia triste!
É muito doloroso saber que mais um anjo deixou esse mundo!
Beijo!

Andrea Sassaki disse...

Oi Aninha....tentei falar contigo por estes dias, mas acho que vc não estava em condições, né???
Olha, a Peta tá lá no céu dos gatinhos, te olhando, te esperando. Força, amiga.
Tô aqui, chorando, com saudades de uma gatinha que sei que fez minha amiga feliz!
Abraço forte!

Prosopopéias Cintilantes disse...

Aninha
Que tristeza!
A Peta teve muita sorte de ter você na vidinha dela!
Agora ela mora no céu dos gatinhos, junto com São Francisco e vai sempre mandar lambeijos para você!
Um beijo
Stela

lucia fontes disse...

Aninha... Sabemos bem a falta que faz um anjo desses em nossa vida. Palavras não ajudam muito... Recebe meu abraço apertado e cheio de amor. Tua anjinha Peta está bem e carrega com ela teu carinho incondicional. Fica bem, Ana! Beijo... Lucia!

Milene disse...

Ana, nem sei o que te dizer. A tristeza de perder um ser tão amado é imensa. Dói muito, mas é certo que agora ela está bem, sem sofrimento. E de onde estiver, ela, como o anjo que sempre foi, vai estar olhando por ti. O amor nunca morre e a conexão que o amor fez surgir entre vocês será para sempre.
Te mando daqui um abraço muuito apertado. Beijos no coração.

Rosane disse...

A dor somente diminui, a saudades fica. Uma peninha que o tempo dela por aqui acabou. Mas o amor é eterno! Bjks da Rosane, Pandora e Ramon.
http://miapandoracat.blogspot.com

Angelique disse...

Que triste notícia. Exatamente uma semana atras ainda vasculhei alguns blogs inclusive o seu buscando notícias. Sinto muito o ocorrido. EStou sem palavras. Espero q vc se recupere logo.

Dricalaz e os Gatonetes... disse...

Aninha,
Estou tão triste, tão atordoada, chorando feito doida, que dor, meu Deus!!!. Nossa Peta, anjinho lindo.
Sinto tanto, tanto!!!!!. Desculpe só agora eu soube, porfavor sinta-se abraçada nesse momento e acredito que um dia, encontraremos de novo, todos aqueles que já se foram, isso me deixa me conforta.
Eu vou rezar por vc e por ela, de coração, sinto muiiiito, muiiito mesmo, não esperava, más o Homem lá de cima é quem manda, ela está descansando, um anjinho que olha por vcs!. E muita força, minha amiga querida, vc tem os outros anjinhos, aí para cuidar. Um imensooooo abraço!!!.
Se quiser conversar, se precisar, eu te envio o meu tel, por e-mail.
dricalaz@hotmail.com

Bjs.

Gisa disse...

Ana Anjo, ando tão afastada que só soube agora... Quero te deixar o mais forte abraço e todo o meu carinho. Anjos como tua Peta vêm ao mundo para nos fazerem melhores; ela, com certeza, cumpriu sua missão e está feliz no céu dos anjinhos. Só posso te desejar muita paz. Beijos

^.^ Ana Clara ^.^ disse...

Aninha, fiquei longe da internet por quase dois meses, acessando rapidinho de uma lan house, agora que voltamos para o acesso no lar, estou colocando a leitura de todas as noticias e leio sua postagem tão triste. Lamento pela sua Pepê haver falecido. Sabe querida, é como eu digo, nossa razão sabe que este tempo chegará para todos eles, mas nosso coração se nega a aceitar, não é mesmo!
Que o amigo Tempo esteja se encarregando de cuidar de seu coração e de sua alma, te fortalendo para cumprir feliz a sua jornada.
Sempre e com carinho, Ana Clara.

Mariana Angélica disse...

Olá!Me emocionei mto com seu blog e com sua história de amor pelos animais!Parabéns por este carinho que vc teve e tem com seus gatinhos,anjos de 4 patas!Que Deus lhe abençoe sempre e acalente o seu coração da perda física da sua filhinha,pois só a perdeu fisicamente,ela sempre estará no seu coração e será grata por todo o carinho que dispensastes à ela,neste período em que ela passou por aqui!
Um gde bj e tenha um Feliz Natal!