segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Nasce uma gateira

Tenho gatos desde meus seis anos de idade e isso já tem um bocado de tempo. Sou de uma época em que não se falava de posse responsável ou castração.
Meu primeiro gato, o Chano, eu encontrei jogado num campinho onde a garotada jogava pelada. Era uma ninhada de quatro filhotes, abandonados numa caixa de papelão.
Peguei um deles sem saber qual o sexo ou mesmo se poderia ficar com ele.
Foi assim que comecei minha vida de gateira.

2 comentários:

Crazy Mary disse...

Olá!
Valeu por sua visita ao Bigodes e Ronrons!
Também sou do tempo que não se falava em castração e também tive gatinhos que foram abandonados numa caixa de papelão... Haja história né!! rs...
Muito fofos os seus gatuchos!

Ana, Aprendiz de Anjo disse...

Obrigada Crazy, faz tempo que acompanho seu blog, mas cadê tempo pra fazer um para os meus Bichugos... Acho que agora vai... Gratissíma pela visita. Bjs.