terça-feira, 26 de maio de 2009

Para Cláudia Goulart


Ontem pela manhã havia lido o post no blog da gata Lili, pedindo orações para Tigrinho da Cláudia Goulart, a noite a chegar em casa me deparo com a notícia de que ele havia adormecido profundamente, porque Anjogato não morre, adormece para virar Estrelinha. Lembrei-me que há um tempo li essa cartinha em um blog, porém não me recordo qual. Fica aqui para você Cláudia, algo em que acredito. Beijos e carinhos meu e de todo os blogueiros gateiros ou não.


À minha Cláudia, querida,


Eu gostaria de dizer algumas palavras, mas primeiro de tudo, quero que você saiba que estou escrevendo da ponte do Arco-íris.
Aqui eu moro com Deus.
Aqui não existe choro nem sofrimento.
Aqui existe somente o amor eterno.
Por favor não fique triste
Por eu não estar por perto.
Lembre-se que eu estou com você
Todas as manhãs, tardes e noites.
Naquele dia que eu deixei você
Quando a minha vida na terra terminou
Deus me pegou no colo, me abraçou
E disse, "Seja bem-vindo".
É bom ter você de volta novamente,
Todos sentiram sua falta.
E quanto à sua família querida,
Eles estarão aqui qualquer dia.
"Deus me deu uma lista de coisas
Que Ele quer que eu faça,
E o mais importante da lista
É tomar conta de você.
E quando você estiver deitado na cama
Com as tarefas do dia terminadas,
No meio da noite eu e Deus estaremos perto de você.
Quando você se lembrar da minha vida na terra,
E de todos aqueles anos adoráveis
Que passamos juntos,
Por você ser humano,
Provavelmente vai chorar.
Mas não tenha vergonha de chorar
É bom e alivia a dor.
Lembre-se de que não existiriam flores se não existisse a chuva.
Eu gostaria de lhe dizer
Tudo o que Deus planejou.
Mas se eu dissesse, você não entenderia.
Mas de uma coisa eu tenho certeza:
Embora minha vida na terra tenha terminado,
Eu estou mais perto de você
Do que já estive.
Existem pedras no seu caminho
E muitas montanhas para escalar
Mas juntos, nós podemos fazer isto
Um pouquinho cada dia.
Sempre foi a minha filosofia,
E eu gostaria que fosse a sua também:
O que você dá ao mundo,
O mundo lhe dá de volta.
E agora eu estou feliz,
Pois a minha vida valeu a pena.
Sabendo que quando passei na terra
Eu fiz alguém sorrir.
Quando você estiver andando na rua
Pensando em mim,
Eu estarei acompanhando-a apenas um passo atrás
E quando chegar a hora de você ir
Deixar este corpo para se sentir livre.
Lembre-se que você não está indo,
Você está vindo para mim.

Autoria Desconhecida
Tradução livre de Victor H. Rios

8 comentários:

Elaine disse...

Olá!
Tão bonito este texto, e eu estou chorando.
Beijos, depois eu volto pois agora não dá não...

Andrea Sassaki disse...

Ai Aninha! Tô chorando aqui! Lindo, lindo, lindo! Beijocas!

Gisa disse...

Que lindo! Eu também chorei, pensando na Cláudia, no Tigrinho e em todos os anjinhos maravilhosos que já fizeram parte da minha vida e vão permanecer para sempre no meu coração. Bjs

GATO FACEIRO disse...

lindo texto...bjos

Taciana Miau Guzman disse...

lindo texto é muito difícil não se emocionar, cada palavra que lia lembrava-me de meu Pipy que me deixou fazem quatro anos, mas o amor que sinto por ele não mudou em nada é como se o sentisse o tempo inteiro ao meu lado.

Tamara L. Allgäuer de Melo. disse...

LINDO.

EROS - Deus do Amor e da Família disse...

Não sei que diga...
um ronrom muito grande...e uma lambedela...miau! UM ABRAÇO GRANDE!

Claudinha disse...

Oi Ana!
Primeiro vou secar as lagrimas...já passei lá na Claudia...
Segundo quero dizer que o Beco está aberto! rs

beijossss